O caso Elóa...minha opinião como ex-professora do Lindemberg

8
Olá pessoal tudo bom? Confesso que eu pensei muito antes de escrever este post, mas eu não costumo ficar calada então resolvi escrever  o que penso.
Para quem não sabe fui professora do Lindemberg na escola CHB-A7 durante 3 anos, fiquei na escola durante 4 anos e lá lecionei artes. Dou aula à 15 anos na rede pública do Estado de São Paulo e atualmente me encontro em outra escola.
A época que lecionei no CHB foi complicada, a escola havia sido recém inaugurada e eu fui a primeira professora efetiva a adentrar nela antes de todos os outros professores. Lembro que eu e um professor ACT (Irineu) tivemos que segurar dois corredores e uma imensidão de alunos logo no primeiro dia, os outros professores ainda viriam de atribuições, ou seja, mal tivemos a oportunidade de lecionar nos primeiros dias de aula, os alunos queriam curtir a escola nova, corriam pelos corredores...era uma algazarra.
Era complicado lecionar no CHB, muitos professores viviam de licença saúde ou desistiam, outros como eu amava e também odiava em algumas circunstâncias dar aula ali, o meu carro era riscado quase todos os dias. Eu era uma professora amada e também odiada porque costumava não levar desaforo pra casa.
Apesar dos pesares lá fiz muitas amizades com professores e alunos e conheci pessoas que até hoje fazem parte da minha vida.
Me lembro com nitidez...durante 3 anos fui professora do Lindemberg, ele sempre costumava sentar no meio ou fundo da sala, tinha poucos amigos e era introspectivo. Era um aluno bom, não costumava faltar, nunca me deu trabalho, nunca respondeu mal ou me desacatou...ao contrário de muitos alunos que lecionei.
Onde quero chegar? Não estou defendendo meu ex-aluno no que diz respeito ao crime que ele cometeu, ele agiu de forma errada, precipitada, hedionda e  tem que pagar pelo que fez, mas sinceramente não o considero este monstro que todos alegam que ele seja.
Sei que este post pode gerar revolta em algumas pessoas, mas esta é minha opinião e eu tenho o direito de expressa-la. Eu também sou mãe, tenho duas filhas e não sei a dimensão e a dor que a mãe da Elóa sente todos os dias.
Nunca vi a Elóa, não a conheci...portanto não posso falar nada sobre o caráter dela, mas eu conheci o Lindemberg e ele durante os 3 anos que foi meu aluno era assíduo na sala de aula, cumpria com seus deveres e SIM era um bom aluno, o mesmo trabalhava e estudava.
Me lembro que em uma ocasião convoquei os pais de alguns alunos que se envolveram numa bagunça que ocorreu na sala, sairam da sala sem minha autorização, e entre eles estava o Lindemberg, ele saiu  junto com os outros sem minha permissão e eu resolvi convocar os responsáveis. Quem compareceu na escola foi uma mulher que trabalhava e era pai e mãe, a mãe do Lindemberg havia deixado de lado o serviço para ir até a escola, falei sobre a atitude do filho e ela me apoiou, falou que conversaria com ele e que ele não voltaria a fazer aquilo novamente e ele realmente não o fez mais.
Me coloco também no lugar desta mãe e  desta família...ela também foi destruída e aniquilada, ele é culpado? Sim, ele mesmo admitiu que num momento de loucura atirou na garota. Mas ninguém ouve e jamais vai ouvir a dor desta mãe que também perdeu o filho.
Outro dia conversei com a cunhada do Lindemberg, que também foi minha ex-aluna e a mesma disse que a ficha ainda não caiu para a família, que também sofre muito com o acontecido.
Na minha humilde opinião existem muitos culpados neste caso, Lindemberg é o principal, mas também tem  parcela da culpa a mídia, a polícia que ao meu ver podia ter agido de forma diferente usando outras estratégias, e a família...perdoem mas eu como mãe não permitiria que minha filha namorasse aos 12 anos apenas, sou mãe e professora, ela era uma criança, ele já era um adulto.
Enfim...agora é fato que toda a culpa é colocada sobre o Lindemberg, somente ele é culpado, ninguém falhou.
Eu sei que serei criticada por assumir esta posição, mas eu também me compadeço do meu ex-aluno, tendo em vista que convivi com ele e sei que ele era SIM um menino de família e infelizmente fez esta "burrada", esta atrocidade...que culminou nesta tragédia toda, acredito que ele jamais imaginou que o caso tomaria esta proporção gigantesca e nem mesmo a Elóa que acabou sendo morta.
Gosto de ver meus alunos e ex-alunos bem, encontra-los depois de anos e ve-los felizes, realizados, prosperando...é triste pra mim ver o fim que meu ex-aluno Lindemberg levou.
Eu sinceramente o vejo de maneira diferente, apesar de ser um assassino porque sempre tive e tenho amor aos meus ex-alunos e alunos.
Ele errou, mas não atirarei a primeira pedra, que ele pague pelo crime que cometeu, somente...
Bjsss
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

x0xpinkyx0x disse... [Responder]

Eu acho que a policia teve culpa no caso, já conversei sobre o assunto com outras pessoas que também concordaram, eu acho que nem foi o rapaz que atirou e sim a policia :(

Gi Baradelli disse... [Responder]

Também tenho minhas dúvidas viu Hellen, não me aprofundei muito no post mas na verdade o caso na época virou um circo, todo mundo pressionando a polícia, que pressionava o Lindemberg, tanto tempo para entrarem daquela forma no apt...ao meu ver a polícia errou muito também.

Kelly Lopes disse... [Responder]

Oi ! eu sinceramente acho que mesmo conhecendo ele , não consegueria ver ele de outra forma , que não fosse de um assassino.
claro que como vc disse , mtas pessoas erraram , até a mãe que deixou ela namorar com 12 anos...mais mtas mães tbm deixam e isso não faz seus namorados matarem elas...acho que se ele não tivesse intenção de fazer o qoe fez , nunca teria entrado naquele apt. pq na minha opinião , ele se deixou levar pelo ódio e esse é um caminho quase sempre sem volta !
me desculpe qualquer coisa viu...só to expressando a minha opinião , mais respeito a sua claro! beijossss

Gi Baradelli disse... [Responder]

Kelly fiz este post para desabafar e dar minha opinião e todas as opiniões iguais ou divergentes da minha serão aceitas, não estou defendendo o Lindemberg ou dizendo que ele é inocente, ele é culpado e deve pagar pelo que fez, só defendo a mesma tese que a Dra.Ana Lúcia Assad, ele é o assassino confesso, mas não foi somente ele que errou...a Elóa poderia estar viva se de repente a polícia tivesse agido de forma diferente e mídia tivesse sido menos evasiva.

Paula disse... [Responder]

Ele não fez só uma "burrada", ele assassinou uma pessoa. E não vejo cabimento nenhum em querer culpar a família da vítima por ter deixado ela namorar com 12 anos. Erraram sim, mas daí a pretender transferir uma parcela da culpa pelo assassinato...

Gi Baradelli disse... [Responder]

Paula esta é sua opinião e eu respeito, "burrada" foi o termo mais cabível que encontrei para conotar o crime hediondo que ele cometeu, ele é um assassino e tem que pagar nos conformes da lei pelo que fez. Na minha opinião ela era uma criança sim e ele já era maior...tem cabimento uma criança de 12 anos namorar? Neste quesito a família errou sim...e muito, esta é minha opinião.

Ok disse... [Responder]

Uma coisa eh cometer erros e outra coisa eh cometer crimes.
Houveram muitos erros sim, com certeza. Mas crime quem cometeu foi ele.
Achar que ele na matou ou que ele so atirou porque a policia invadiu eh uma tentativa de manter a igmagem que voce tinha dele. Respeito mas discordo. Ele comprou a arma com antecedencia, ameacava de morte os amigos dela com antecedencia, portanto nao foi algo movido pela invasao da policia. Ele ja estava ha 4 dias la dentro com as meninas, o que voce acha que a policia deveria fazer? Esperar 10 dias, 30 dias? Eu vejo muita gente passar a vida convivendo com erros piores, sendo maltratada por pais bebados, apanhando, nao tenho oportunidade de bons empregos, de bons estudos, e nem por isso agem pelo mal. Para mim isso eh desculpa para amenizar o erro dele.

Gi Baradelli disse... [Responder]

Ele errou, cometeu um crime grave e hediondo e não estou falando que as outros pessoas são criminosas mas elas possuem sim, ao meu ver a parcela de culpa na história, isto serve de exemplo para que em outras famílias não ocorra o mesmo.
Quanto aos atos dele desde o momento que rendeu os adolescentes também concordo com vc, ele premeditou, ele agiu fria e cegamente mas a polícia podia ter usado outros recursos, como o atirador de elite por exemplo, fazer o que...ele estaria morto agora e a garota não.
A polícia teve várias oportunidades de alvejá-lo, eu até hoje não entendo porque não fizeram isto, alguns disseram que não tiveram permissão...ok, ok...mas fazer a cagada que fizeram entrando daquela forma permitiram???
Todos tiveram a parcela de culpa, embora seja ele o assassino, este é meu ponto de vista.

Postar um comentário