Dicas de Dvds (Situações especiais)

5
Eu adoro cinema e para quem não sabe eu coleciono dvds, me interesso pela diversidade, ou seja, eu assisto de tudo...assisto filmes de todos os gêneros e particularmente os que citam situações especiais me  interessam bastante. Filmes que falam da adversidade, das diferenças, de problemas emocionais e físicos sempre me impressionam e me comovem, por isto resolvi escolher alguns durante algumas semanas para indicar a vocês, já que possuo muitos. Hoje minha coleção gira em torno de 4.000 dvds, isto incluindo todos os gêneros que vocês possam imaginar, minisséries, dvds raros, antigos, desenhos, comédia, romance e por ai vai.
Hoje vou indicar uma série de 10 dvds voltados para situações especiais:


Vermelho como o céu (Cegueira)


Sinopse:

Mirco é um jovem toscano de dez anos apaixonado pelo cinema, que perde a visão após um acidente. Uma vez que a escola pública não o aceitou como uma criança normal, é enviado para um instituto de deficientes visuais em Genova. Lá, descobre um velho gravador e passa a criar histórias sonoras. Baseado na história real de Mirco Mencacci, um renomado editor de som da indústria cinematográfica italiana.

Meu pé esquerdo (DF)

Sinopse:

O filme relata as dificuldades vividas por Christy. Ele que nasceu com deficiência física e paralisia cerebral, o que lhe impedia de movimentar praticamente todo o seu corpo, exceto seu pé esquerdo. Ele conseguiu superar diversos obstáculos como o preconceito, o desrespeito, o descrédito social, além dos problemas familiares como um pai extremamente autoritário e incompreensível (Sr. Paddy), que o julgava como estorvo, uma dificuldade a mais em sua existência. Sua mãe era carinhosa (Sra. Bridget) e, com muito amor e esperança, lhe ensinou o alfabeto e motivou na busca pela superação de seus limites. Esforçou-se na economia para a compra de uma cadeira de rodas, chegando a fazer a família passar frio por falta de carvão no inverno e a se alimentar precariamente para cumprir esse objetivo. Ela confiava que ele poderia encontrar soluções pessoais para as suas eventuais dificuldades. Ao lado de seus 13 irmãos buscava incluí-lo nas atividades de recreação, tanto quanto possível.Mesmo com a atrofia de um dos membros e da paralisia cerebral, Christy, usando seu pé esquerdo, fez os seus primeiros rabiscos num pequeno quadro negro que tinha no chão de sua casa.Sua mãe conheceu a Dra. Eileen Cole, que era especialista em paralisia cerebral. Ela convidou Christy a freqüentar sua clinica na cidade de Dublin. Ele não se adaptou por ser tratado como criança. Mas resolveu aceitar a ajuda da médica que, com uso de técnica da logopedia, fez com que ele pronuncie melhor as palavras (até então só sua mãe o entedia).Com todos esses avanços ele alcançou o reconhecimento de sua família e notáveis realizações na arte e na literatura. Percorreu uma fascinante trajetória de vida, conseguindo vencer vários obstáculos com a ajuda de sua mãe e irmãos. Foi capaz de se auto-sustentar e sustentar sua família.A história de Christy é um convite à reflexão e conscientização, pois nos ajuda a compreender as dificuldades e as necessidades de quem tem algum tipo de deficiência, nos convidando ao respeito e alteridade dos deficientes.

A Cor do Paraíso (Cegueira)

Sinopse:

O filme a cor do paraíso fala da vida de um garotinho chamado Mohamed. Ele nasceu cego,  estuda em um colégio interno de crianças cegas. Lá ele não é muito aceito pelas pessoas,  é constantemente ignorado pelo  pai e certo dia em que os pais das crianças deveriam ir ao colégio buscar seus filhos que entrariam de férias, ele deixa o filho esperando. Quando o Pai chega depois de umas 4 horas do horário marcado, o pai diz ao professor que não quer mais o filho porque não tem condição de cuidar, mas é mentira, ele tem preconceito do filho que  é cego e rancor porque no parto a mãe do mesmo faleceu. O professor nega que o menino fique, que era preciso ele levar Mohamed pra casa durante as férias porque a escola ficaria vazia. Ele leva o filho pra casa e quando chega lá ele é bem aceito pela sua família menos o pai, ele tem duas irmãs e a avó que o ama muito, que briga sempre com o pai de Mohamed por não o aceitar do jeito que é. As férias das crianças não havia acabado ainda e ele não queria ficar sozinho sem suas irmãs, e acaba pedindo a avó pra deixar ir na escola com as meninas, só que ele não entende que na escola das irmãs não tem professor para pessoas cegas, e sua avó fica com medo de mandar ele pra escola e ele não ser bem aceito por causa de sua cegueira. Acaba que sua avó vai a escola e pede ao professor pra deixar ele ir, o professor aceita e o recebe muito bem na escola. Chegando na escola ele começa a ler com o seu livro de cegos um trecho de um texto que sua professora da escola havia passado pra eles. O professor e as crianças ficam super assustados, mas acabam fazendo uma super amizade com ele. Mas a cada dia que se passa seu pai vai ficando mais e mais bravo com as atitudes da avó com o garoto o ajudando nas coisas, ele decide levar o filho pra uma marcenaria de outro cego e o deixa-lo  lá, Mohamed se sente muito rejeitado e implora para o pai não levar ele, mas o pai nem o ouve e leva do mesmo jeito. Ele sempre tem uma dúvida com ele, como sentir Deus. E as pessoas sempre diziam a ele que para sentir Deus seria como se fosse uma Luz em sua direção ( o Sol). A avó de Mohamed fica muito mal por seu filho ( o Pai de Mohamed) o levar embora, e decide ir embora também. Ai o Pai de Mohamed percebe o que ele fez e volta pra buscar o Mohamed, que ja estava aprendendo a trabalhar com Madeira. Quando ele volta pra buscar Mohamed, eles voltam pra casa, mas quando estão voltando o burrinho que carregava o Mahamed escorrega em uma ponte que eles estavam atravessando e faz com que o Mohamed caia na água. O pai fica desesperado e tenta salvar o filho...a partir daqui é importante que assistam o filme e compreendam a plenitude e a beleza que o mesmo representa.

Meu filho, meu mundo (Autismo)


Sinopse:

Quando nasceu, Raun era um saudável e feliz bebê. Com o passar dos meses, seus pais começam a observar que há alguma coisa estranha com ele, sempre com um ar ausente. Um dia vem a confirmação do que suspeitavam... Raun era autista. Decidem então penetrar no mundo da criança, acreditando que somente o milagre do amor poderá salvá-lo.

Adam (Síndrome de Asperger)


Sinopse:

Adam(Hugh Dancy) é um rapaz solitário e brilhante, portador da síndrome de Asperger. Ele desenvolve uma estranha relação com sua vizinha, a escritora Beth (Rose Byrne).

Do luto à luta (Síndrome de Down)


Sinopse:

Documentário que focaliza as deficiências, mas também as potencialidades da Síndrome de Down, problema genético que atinge cerca de 8 mil bebês a cada ano no Brasil. A Síndrome de Down é sem dúvida um problema, mas as soluções são bem mais simples do que se imagina, principalmente quando deixamos de lado os preconceitos e estigmas sociais.
Simples como amar (DM)


Sinopse:

Após anos de adaptação numa escola especial, Carla (Lewis) superou os problemas de seu pequeno retardamento mental e voltou para casa, cheia de planos e sonhos. O problema é sua superprotetora mãe (Keaton), que é incapaz de aceitar a sua liberdade. E mesmo que Carla tenha crescido e superado as dificuldades, sua mãe entra em estado de choque quando a garota conhece Danny (Ribisi) e se apaixona pela primeira vez!

Gilbert Grape (Aprendiz de Sonhador) (DM, Pré conceito e obesidade)


Sinopse:

A história se passa numa cidadezinha de interior idílica, onde vive Gilbert Grape, um adolescente aparentemente comum (Johnny Depp) que sustenta a família desde a morte do pai. O peso não é para qualquer um: além das irmãs excêntricas, do irmão deficiente mental (Leonardo DiCaprio), inclui a mãe obesa, que não pára de comer desde a morte do marido. Mas a chegada de uma jovem forasteira (Juliette Lewis) dará a Gilbert, a possibilidade de pela primeira vez de fazer suas escolhas.

O escafandro e a borboleta (AVC)


Sinopse:

 Nos primeiros minutos do filme “O escafandro e a borboleta” o espectador já se sente incomodado com a visão: a focalização vem de um corpo paralisado logo ao acordar de um coma. O rosto do protagonista só é mostrado após quase trinta minutos, através do reflexo, em um vidro – a descoberta é feita, ao mesmo tempo, por quem vê o filme e pelo próprio personagem. A idéia de estar aprisionado em um escafandro é claramente sentida e esse trabalho de câmera torna o longa tão angustiante para quem o vê como deve ser para quem conta a história, o editor da revista Elle, que recupera a consciência três semanas após sofrer um derrame. Mesmo só movimentando os olhos, ele é capaz de editar um livro, no qual relata toda sua experiência enquanto está aprisionado no escafandro da paralisia. O livro, a liberdade da imaginação e da lembrança,tornam-se as asas que permitem a esta borboleta voar, ainda que presa ao corpo limitado.

Bullying - Provocações sem limite (Pré conceito e discriminação)


Sinopse:

Jordi é um garoto de 15 anos que recentemente perdeu o pai e, juntamente com sua mãe, decide mudar de sua cidade para começar uma nova vida. No princípio tudo parecia ir bem. Mas o destino vai reservar um choque, porque quando Jordi ultrapassar o limiar do novo instituto, que retoma, encontrará um inferno que transformará seu dia a dia.
Nacho, um colega de classe, que apesar de sua idade resolve atormentar, discriminar e tirar o sossego de Jordi, Jordi descobre que muitos se alimentam do medo e da dor dos outros.

Semana que vem vou indicar mais 10 dvds que abrangem situações especiais, beijos e bom final de semana ;))
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

Cristiane Avolio disse... [Responder]

Oii Gi!!!
Adorei os filmes! Eu tbm adoro ir ao cinema, levo sempre meus filhotes tbm.
Amanhã mesmo vamos ao cinema. Eles querem ver "Os Vingadores".
Adorei as dicas e vou procurar:
O escafandro e a borboleta,
Do luto à luta
e Bullying. ainda não vi esses!
SEGUINDO!!!
Beijão e sucesso!!!

Cris Avolio

Thais disse... [Responder]

Oiii Gi, muito obrigado por seguir meu blog!! Adorei o seu, é muito lindo seu templaste!! Eu adoro filmes, e ainda não vi nenhum desses ai, mas depois destas dicas pode ter certeza que estarei assistindo!! Já estou te seguindo ;)

Xoxo
http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

Gi Baradelli disse... [Responder]

Cris e Thais fico feliz que gostaram das dicas, semana que vem postarei mais, fiquem de olho, beijinhos e bom final semana! =))

Lílian Almeida disse... [Responder]

Oi, gi, que blog lindo, e diversificado, do jeito que eu adoro.Amei o post sobre os filmes, e as dicas todas, relamnete sao filmes que retratam o poder de superação do ser humano!
Tenha um lindo findi!
Tô seguindo!
Beijo.
http://casascoisaseoutros.blogspot.com/

Anônimo disse... [Responder]

esse filem do Jordi é trágico no fim... a pro passou no curso !

Postar um comentário